Scroll to top

5 dicas para consumir alimentos frescos

Gosto muito de trazer casos da vida real nos meus textos. Minhas pacientes estão sempre tendo insights ótimos que me fazem pensar em como posso ajudá-las.

Uma das falas que me chamou bastante a atenção esses dias foi: “O caminho ‘errado’ é sempre o mais fácil!”

* Coloco a palavra errado entre várias aspas, ok?

Ou seja, os alimentos que, para ela, são gatilhos pra episódios de compulsão, estão sempre a mão.

Se você se identifica com a frase dela, te convido a ler algumas sugestões sobre o assunto.

Ter alimentos disponíveis em casa pode não ser suficiente.

Você pode achar que fazer a compra da semana e encher a casa de frutas, legumes e verduras é o caminho. Pra muita gente, realmente, pode ser por diversos motivos, mas se você ainda tem dificuldade de consumir mais alimentos frescos, você pode estar travando no processo de organização.

Além disso, você pode ter feito a lista de compras e os alimentos estarem ali disponíveis, mas com o passar dos dias, você abre a geladeira e percebe que muita está prestes a estragar. 

Isso pode ser muito frustrante, pois além de você não poder consumir o que comprou, você se sente culpado por jogar comida no lixo, por ter investido tempo e dinheiro na alimentação e pensar “Eu realmente não sirvo pra isso!”

Falando dos alimentos ultraprocessados

 

Alimentos ultraprocessados duram muito tempo, mais tempo do que achamos normal. Na composição deles há diversos tipos de conservantes. E eles não são de tudo ruim. Se formos pensar numa semana super corrida e que você sabe que não vai dar conta de cozinhar alimentos frescos, os industrializados podem ser uma mão na roda.

Falar sobre a longa durabilidade dos alimentos ultraprocessados não é novidade, mas eles não são os vilões da história. Se formos pensar em um dia super corrido e que você sabe que não vai dar conta de cozinhar alimentos frescos, os ultraprocessados podem ser uma mão na roda. Eles são a exceção e não a regra. Quem tem a alimentação perfeita que atire a primeira pedra.


Que tal ficar de olho no consumo dos ultraprocessados?

Ao invés de ficar se culpando por ter consumido uma grande quantidade de ultraprocessados durante a semana, eu sugiro que você olhe para a sua alimentação com curiosidade. O que realmente pode estar acontecendo?

Se a base da sua alimentação é de alimentos ultraprocessados, será mais complicado se manter bem disposta e com energia pra encarar o dia.

Quando nos sentimos pra baixo, é muito difícil perceber que uma alimentação não tão bacana do ponto de vista nutricional pode ser uma das causas de desânimo, cansaço, etc.

Você já está com menos energia pra fazer o básico, ir para a cozinha preparar as refeições pode ser algo bem difícil de acontecer. E aí que entra a frase da minha paciente: “O caminho ‘errado’ é sempre o mais fácil!”

Não tendo comida fresca em casa, você conta com alimentos de fácil preparo e isso vai alimentando um ciclo de falta de disposição.

Pensando nisso, resolvi deixar 5 sugestões práticas que podem te ajudar na hora de consumir alimentos mais frescos como frutas legumes e verduras.

5 DICAS PARA VOCÊ CONSUMIR MAIS VEGETAIS FRESCOS

 

thiru official cqF4Ell95Tk unsplash

FOLHAS: quem morre de preguiça de lavar salada na hora da refeição levanta a mão! Se você sente falta de uma salada fresquinha no almoço e no jantar, e pra que você consuma esses vegetais com mais frequência, assim que você estiver com as compras em casa, lave e guarde as folhas na geladeira. Além de preservar suas folhas por mais tempo, na hora de se servir, você precisará apenas abrir o pote e pegar a quantidade que deseja. Até os molhinhos para temperar podem ser preparados com antecedência.

 

FRUTAS: geralmente consumimos mais frutas no café da manhã, bem na hora que estamos mais lentinhos, então a sugestão é: deixe suas frutas lavadas/descascadas/picadas dentro de um potinho na geladeira. Você também pode deixar uma salada de frutas pronta, isso ajuda muito!

hoang thanh qS3EEckqUBo unsplash

 

 

LEGUMES: embora eles sejam fáceis de preparar, o lavar, cortar, picar, amassar, etc. é o que mais nos tira tempo na cozinha. Por isso a sugestão é que você os deixe pré-higienizados e prontos para o preparo. Se esse legume é algo que não estraga com facilidade na geladeira, que tal já deixar tudo picadinho pra só jogar na panela?

 

reinaldo kevin UrqPUe3zUzw unsplash

 

 

ALIMENTOS BASE: a mistura mais maravilhosa do mundo: arroz e feijão, não tem erro, se você tem dificuldade de cozinhar durante a semana, que tal apostar no básico? Você pode fazer uma quantidade maior e deixar em potes separados para a semana. 

louis hansel shotsoflouis R 5GEEYFqag unsplash

 

 

CARNES: outra coisa que leva tempo no preparo principalmente se você esquece de descer do freezer para a geladeira para fazer o descongelamento. Chegou do mercado? Você pode  já porcionar tudo e congelar em potes separados. Dá pra fazer iscas de frango, almondegas, filés de peixe… Uma infinidade de preparações.

likemeat nEp0u0U ovs unsplash

 

Percebe que as vezes não é suficiente ter na geladeira ou despensa o que você pretende comer?

A organização faz parte do processo, além disso, você terá o estímulo visual e o caminho mais “fácil” pode ir perdendo a força aos poucos, ou como falei para a minha paciente: como você pode deixar o caminho mais fácil mais difícil?

Espero que tenham gostado das dicas!

Até o próximo post!

Dani

 

Related posts

Post a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Precisa de ajuda?
Powered by